Desvios dispendiosos podem quebrar o seu negócio. Faça a equipe de atendimento (e seus clientes) um favor, realizando uma auditoria rápida de sua estratégia de marketing.

O cenário de marketing é mais diversificado do que nunca, com estratégias de marketing abrangendo vários canais. Para permanecer relevante, você deve realizar auditorias de marketing de tempos em tempos.

Com tantas tarefas para executar, você pode estar andando em uma linha fina e fazendo alguns (ou vários) erros.

Aprendemos que esses erros podem lhe custar tempo e dinheiro que você não precisa desperdiçar. Evite esses erros para ajudar a manter sua estratégia de marketing em sincronia com a evolução da sua marca.

1. Não dar o salto da personalização para a individualização.

Todos estão falando sobre personalização, mas os profissionais de marketing ainda lutam para criar experiências significativas para os clientes.

A questão não é se você está personalizando suas mensagens – todo mundo está, até certo ponto. Responda estas perguntas urgentes em vez disso:

  • Você ainda está fazendo personalização em massa simplesmente inserindo os primeiros nomes de seus clientes?
  • Você está levando em conta percepções individualizadas?

Uma pesquisa recente revela que apenas 6% dos profissionais de marketing em todo o mundo relatam ter uma visão única do cliente em todos os canais on-line e off-line.

Se você não se enquadra nessa faixa restrita (e as probabilidades são pequenas, na verdade), seu marketing não é segmentado o suficiente.

2. Não seguir a regra cardinal 80/20.

Você, sem dúvida, ouviu a regra 80/20, também conhecida como o Princípio de Pareto: 80% do efeito vem de 20% das causas.

Mas você está usando isso em seu marketing?

Seja seu foco em marketing de conteúdo, marketing de mídia social ou marketing por e-mail, 80% de seu esforço deve ser gasto para agregar valor ao seu público. Isso deixa 20% do seu esforço para atividades promocionais. Isso mantém seu público envolvido e constrói um relacionamento de longo prazo.

Mensagens orientadas para a marca fracassam. Os orientados para o cliente irão ajudá-lo a chiar.

3. Ignorando o Marketing de Retenção.

O marketing de retenção deve ser a espinha dorsal de sua estratégia de marketing.

Por quê? Dois motivos: é mais fácil vender para alguém com quem você construiu um relacionamento e é mais lucrativo vender para seus clientes existentes.

Precisa de algum convencimento? Confira estas estatísticas:

  • A probabilidade de vender para um cliente existente é de 60 a 70%. A probabilidade de vender para um cliente em prospecção está em algum lugar na faixa de 5 a 20%.
  • A aquisição de um novo cliente custa de seis a sete vezes o que você gastará para reter um já existente.

Quando alguém se tornar seu cliente, certifique-se de não interromper o marketing para ele. A lealdade do cliente é difícil de encontrar hoje em dia.

Tudo se resume a criar valor para que eles permaneçam clientes por toda a vida.

4. Não documentar sua estratégia de Marketing de Conteúdo.

Atualmente, o marketing de conteúdo é sua melhor aposta para superar o ruído.

Não é de admirar que ela seja empregada por 94% das pequenas empresas, 93% das empresas business-to-business (B2B) e 77% das organizações B2C (business-to-consumer).

Agora, compare isso com as proporções marcadamente menores de grupos com um plano de marketing de conteúdo escrito: 37% dos profissionais de marketing B2B e 40% dos profissionais de marketing B2C.

Documente sua estratégia de marketing de conteúdo antes de começar a criar histórias e outros materiais em torno de sua marca. Isso tornará a criação e distribuição de conteúdo não apenas mais fácil, mas também mais eficaz.

5. Ignorando novos canais e plataformas.

As empresas de maior sucesso fazem o que podem para alavancar todos os canais de marketing. Eles não se limitam aos mesmos canais e estratégias antigos.

De acordo com um estudo da Harvard Business School, os varejistas que se beneficiavam de múltiplos canais eram mais lucrativos do que aqueles que empregavam apenas um único canal.

O mundo digital está constantemente evoluindo. Adotar os canais de marketing relevantes e emergentes é fundamental para se conectar com seu público.

6. Usando e-mail como uma ferramenta promocional.

Houve uma era no marketing por e-mail quando os e-mails eram usados ​​apenas para fins promocionais. Profissionais modernos sabem que o marketing por e-mail desempenha um papel fundamental na construção de relacionamentos baseados em confiança para envolver, converter e reter clientes.

Negligenciar estas responsabilidades pode ter sérias repercussões em qualquer negócio online.

Se você quer que seu e-mail marketing seja um sucesso, você precisa aceitar uma grande mudança de mentalidade: use o e-mail como uma ferramenta de engajamento, não uma promocional.

7. Não gastar tempo criando sua mensagem.

Este é o maior erro que os profissionais de marketing cometem. Eles simplesmente não prestam atenção suficiente para elaborar a mensagem antes de empurrá-lo para uma audiência.

Pense cuidadosamente no que você quer que seu cliente ou potencial cliente acredite. Se você está escrevendo uma postagem no blog, escrevendo um e-mail, escrevendo uma atualização de status no Facebook ou criando uma cópia pop-up, cada palavra que você escreve deve transmitir sua mensagem de forma clara e convincente.

Quando se trata de marketing, não é apenas o canal que importa: é também a mensagem.

O futuro do marketing será altamente complexo e recompensará apenas aqueles que puderem proporcionar experiências significativas aos clientes.

Se você quiser ter sucesso na era digital, precisa ter a experiência do cliente certa.

 

 

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *